14 dezembro 2018 Dicas

Dicas de como gerenciar as faltas e prejuízos no trabalho

O absenteísmo não é tão incomum no dia a dia das empresas. Esse termo se refere às ausências não programadas, sejam elas por faltas, atrasos ou até saídas antecipadas. Além disso, independentemente das causas e justificativas, também se enquadram problemas com o transporte ou doenças e consultas médicas e hospitalares. Geralmente, a área de gestão das empresas, já têm um número estimado de faltas por trabalhador. Porém, o problema é quando esse número começa a extrapolar. Por isso, é necessário monitorar os períodos de ausência dos funcionários. Assim, deve ser calculando o impacto tanto para os demais colaboradores, como para o rendimento da empresa. Separamos algumas dicas de como gerenciar as faltas no ambiente de trabalho.

Cultura Organizacional

Pesquisas periódicas entre os funcionários ajudam a avaliar como está o clima do ambiente e as condições de trabalho. Dessa forma, essas ações minimizam problemas relacionados à ausência dos funcionários, que não se sentem confortáveis no ambiente de trabalho. Outro ponto diretamente ligado às faltas, e que também pode ser sanado diante de uma nova cultura, é a motivação da equipe. Colaboradores que se sentem reconhecidos e engajados, além de atingir níveis mais altos de produtividade, são menos propensos a faltas. Estimular seus funcionários, é pensar no resultado positivo para a sua empresa!

Transparência 

O objetivo da organização e as expectativas quanto ao desempenho dos colaboradores, devem ser claros desde o início. Assim, uma gestão focada na comunicação clara e aberta, ajuda a divulgar informações sobre a sua empresa, com objetivos, desempenho e a troca com a equipe. Dessa forma, gera uma maior produtividade, tanto dos funcionários, como do alinhamento da empresa até mesmo com os clientes. E, claro, é importante manter o diálogo em dia, estabelecendo sempre um ambiente de confiança!

Resultados e Recompensas

Com dados estabelecidos e mensurados, é possível criar uma cultura de resultados. Isso gera responsabilidade para toda a equipe, que se sentirá mais motivada a alcançar os objetivos da empresa. O engajamento é um dos pontos principais para afastar o risco de faltas. Outro ponto crucial, são as boas condições de trabalho. Nesse aspecto, as recompensas não são somente justas, como fazem parte da cultura de motivação. A boa convivência influi no comportamento dos profissionais. Caso sua equipe esteja motivada e produzindo bons resultados, é relevante pensar em criar uma cultura de folgas, ou dias de home-office, de acordo com o índice de cada colaborador.

É importante ressaltar que implantar uma cultura que beneficie toda a equipe, sempre trará bons frutos para toda a empresa. Redes profissionais funcionam ligadas, nas quais todos dependem uns dos outros para o trabalho fluir com qualidade e produtividade. E um ambiente que oferece bem-estar para se trabalhar, é sempre a melhor opção!

Precisa de ajuda?

Preencha o formulário que entraremos em contato você!

Entre em Contato